Publicado por: Weskley Cotrim | 14/06/2008

Devocional – Dia 6 – Limpando-se de toda Impureza

Introdução

Que batalha as pessoas enfrentam hoje. Quero dizer, quem deveria fazer o que na sua vida espiritual? Você “Abre mão e Deixa Deus” ou “Batalha por sua própria Salvação com medo e tremor”? Você deveria “Para e Esperar” ou “Começar e Ir”? Como realmente funciona esta vida de santidade?

Bem, você não é o único a perguntar aquela profunda questão. Na realidade, durante a semana de graduação do seminário, depois de quatro horas de duro e intenso estudo de preparação para o ministério, a faculdade pergunta ao graduando uma questão: “Qual é a questão que você ainda tem que você gostaria que o seminário respondesse”? Você sabe o que mais de 80% daqueles futuros pastores perguntou? “Como se vive a vida espiritual”? Que tragédia! Você não acha que isto é a questão central de tudo?

O que o Bíblia Ensina

Bem, este não é um curso em “O Segredo da Vida Espiritual”, mas vamos deixar claro um assunto muito importante na sua vida: Quem é a responsável por sua santidade pessoal no dia-a-dia? O Senhor ou você?

“O Senhor conhece os que lhe pertencem. E mais: Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor.
Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar destes erros, será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para toda boa obra”. Foge, outrossim, das paixões da mocidade. Segue a justiça, a fé, o amor e a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor.
(2 Timóteo 19b, 21-22)

A conexão entre estes versos é tão útil. Se você é “Dele” e “é chamado pelo nome de Cristo”, então, você se “aparta” da injustiça, a si mesmo se “purifica”, “foge das paixões”, e “segue a justiça”. A responsabilidade é dos cristãos não do Senhor. É por isso que por toda a Bíblia o Senhor ordena que crentes vivam em santidade. Nunca estejam confusos sobre sua santidade pessoal; o Senhor declara que esta é nossa responsabilidade nos tornarmos santos em todo o nosso procedimento.

Mas a Bíblia é também clara que o Espírito Santo habita nas vidas de todos os que conhecem a Cristo e Ele trabalha em nós e através de nós pela sua vontade e para o seu prazer. O seu prazer é que você se tornasse uma pessoa de santidade e tenha trazido você a este ponto de tal forma que você saiba o que fazer. Esta parceria entre os cristãos e o Espírito Santo é profunda e geralmente não perceptível, mas com certeza você pode ver as folhas soprarem. Então, não fique confuso, o Senhor trabalha profundamente, mas Ele ordena que você a si mesmo se purifique!

No coração destes versos está uma profunda promessa: para todos quantos iriam senão obedecer, se apartar, se purificar, fugir e seguir, “será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para toda boa obra”. Estas palavras extraem o coração da santidade no Terceiro Estágio e providenciam os notáveis benefícios.

A Santidade Pessoal calça o caminha para a honra. A Santidade Pessoal calça o caminha para ser usado pelo Possuidor. A Santidade Pessoal prepara você para “toda boa obra”. A Santidade Pessoal calça o caminho para a “santificação” pessoal. Lembre-se, “santificação” vem da mesma raiz da santidade e além do mais, quando você se purifica e segue a justiça, você se torna mais santo.

Para você Meditar

Bem, você está no fim de nossa primeira semana juntos neste assunto estratégico de Santidade Pessoal em Tempos de Tentação. Neste momento, seu entendimento de Santidade deve ter que crescer consideravelmente e você deve ter uma imagem bem mais clara na sua mente levando em consideração o que santidade significa da perspectiva de Deus. O restante destes trinta dias focará no Terceiro Estágio da Santidade e buscam encorajar ao forte crescimento em sua santidade pessoal.

Antes de terminar esta semana, de qualquer forma, você gostaria de entrar em contato com uma iniqüidade específica em sua vida da qual o Senhor gostaria que você “se purificasse”? Percebe, santidade requer purificação. Não somente agora, mas momento após momento. Manhã após manhã. Conforme você purifica sua vida, você estará crescendo em santidade. Somente nesta manhã, conforme o sol surgia no horizonte, eu estava na presença do Senhor, confessando e purificando. Por quê? Purificação é o caminho para a santidade e no profundo do meu ser, eu não quero que isto escape e nem você.

Então, você abrirá seu coração para a convicção do poder do Santo Espírito e perguntar a Ele que coisas devem ser purificadas da sua vida? Pegue uma folha de papel como eu já fiz e peça ao Espírito Santo mostrar a você qualquer área de sua vida que ainda não o está agradando. Sente-se quieto na sua presença. Não se apresse. Escute. E continue pedindo por “mais, Senhor. Revele mais sobre o pecado do qual eu devo me purificar de forma a passar para o próximo passo da santidade”.

Não se assuste se sua lista parece muito grande. O ponto não é o tamanho de sua lista, o ponto é o que você irá fazer dela. Pegue cada um destes pontos e confesse-os, um por um na presença do Senhor. Peça o seu perdão. Peça que Ele o ajude em seu processo de purificação. Diga a Ele que você não está brincando e continuará purificando-se até que todos os itens desta lista estejam limpos. Depois, conforme provavelmente hajam pessoas em sua lista com que você agiu mau, vá até elas e faça o certo. Não sei sobre sua lista, mas minha lista frequentemente parece requerer que eu me humilhe. Não é fácil, mas sempre é digna disto.

Una-se àqueles que andam nos caminhos da santidade. A coisa ais notável sobre eles é que têm um espírito quebrantado e contrito diante do Senhor. Por quê? Devido a confissão regular e purificação diante de sua vista. Quão precioso será este tempo aos olhos do Céu e aos seus próprios olhos conforme você se purifica e segue a justiça.

Venha, deixe-nos caminhar juntos por este caminho de “santa purificação”. Por quê? Como Paulo disse no verso do dia, “Segue a justiça, a fé, o amor e a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor”. Eu preciso de você do meu lado para fortalecimento e cumplicidade, para saber que eu não estou sozinho nesta santa peregrinação e talvez, numa pequena medida, eu poça ser encorajado por você. Isto mostra porque seu pequeno grupo é tão vital, não somente porque o Senhor ordena como sendo parte de sua vontade para você, mas porque as outras pessoas precisam de você!

Texto do Pr. Eduardo Arata
Que Deus abençoe a todos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: