Publicado por: Weskley Cotrim | 01/08/2008

Devocional – Dia 14 – O Plano de Deus para Previnir a Imoralidade

Introdução

Alojado dentro das mentes dos cristãos está o mais chocante pensamento sobre suas vidas sexuais. É algo como: “Eu acredito que Deus criou o homem e a mulher, inventou o ímpeto sexual poderoso e colocou dentro do homem e da mulher, mas depois Ele os abandonou para lutarem todas as suas vidas com o que fazer sobre isso. Ele os deixou sem ajuda e entregues a armadilha do ímpeto sexual com incomparáveis desejos insaciáveis que nunca podem permanecer satisfeitos por muito tempo. Acho que esta parte de minha vida não pode agradar a Deus e Ele deve entender e supervisioná-la como sendo aquele que definitivamente me fez da maneira que eu sou”. Já pensou alguma coisa desse tipo?

O momento em que você lê estas palavras é o mesmo momento em que você reconhece que alguma coisa não está certa. Esses pensamentos acredito estarem na superfície, mas eles são como um joelho deslocado da junta, não o incomoda quando você está sentado assistindo televisão, mas espere até você começar a andar para a cozinha sobre aquele joelho, não dá para aguentar. Da mesma forma aqueles pensamentos. Por que? Porque Deus não é mesquinho, irritante, inconsistente e descuidado soberano no céu que o expõe ao fracasso! Então, qual é a solução de Deus para o ímpeto sexual que ele criou? Seria verdade que Deus criou você com um desejo pelo o sexo que ocorre regularmente, que Ele também tem desenvolvido uma estratégia correspondente para que ele seja satisfeito e preenchido? Este seria mais o tipo de Senhor da Bíblia, não seria? Bem, e é.

O que a Bíblia Ensina

Algumas vezes as pessoas comenta que a Bíblia é algo fora de moda, antigo, um livro puritano e nunca lida com das dos problemas básicos da vida do século 21. Quando eu ouço isso, sempre me pego imaginando se elas alguma vez examinaram de verdade a Bíblia porque me parece que geralmente ela é mais clara, ou mais direta a respeito dos problemas de hoje do que qualquer revista, jornal, circular contemporâneos. Veja todo o assunto do Plano de Deus para Previnir a Imoralidade:

“mas, por causa da impureza, cada um tenha a sua própria esposa, e cada uma, o seu próprio marido.
O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido.
A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher.
Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência”.
( 1 Coríntios 7.2-5)

Os dois maiores problemas com as pessoas em suas vidas sexuais são “Impureza Sexual” e “Incontinência”. Você notou que aqueles quatro versos usam as palavras “por causa da impureza” e “por causa da incontinência”? A resposta de Deus para as duas questões é o assunto deste parágrafo! Na verdade, eu acredito que a Bíblia ensina que tanto a impureza ou imoralidade sexual, quanto a incontinência ou domínio próprio são solucionados com a mesma solução dada por Deus.

Qual é a solução? “cada um tenha a sua própria esposa, e cada uma, o seu próprio marido”. O relacionamento de casamento é a primeira provisão de Deus para o ímpeto sexual e para sua total expressão e satisfação. É muito interessante que ambas as vezes a palavra “tenha” é usada no imperativo. Não é uma opção ou sugestão, mas uma ordem. Por causa da imoralidade sexual, Deus quer que você tenha sua própria esposa ou seu próprio marido. A menos que você tenha recebido o dom do celibato que eu diria ser um dom não usual, você deve ter sua própria esposa ou seu próprio esposo.

Agora, por que Deus diz que a solução para as imoralidades sexuais (vários tipos e tentações múltiplas) é seu cônjuge? Porque, a satisfação adequada para seu ímpeto sexual e sua afeição amorosa e emocional é para estar solidamente focalizada na pessoa do seu cônjuge. Quando Deus criou os seres humanos, Ele criou ambos macho e fêmea e desde o começo, Deus criou um homem e uma mulher. Não várias mulheres para um homem e nem homem para homem e vice-versa, mas uma mulher para um homem por toda a vida.

Para Você Meditar

O momento em que você começa a meditar nestes versos (e usa os transformadores diários que aprofundarão o impacto destas verdades) é o instante em que você verá a resposta óbvia: Preencha suas afeições pessoais e desejos sexuais com seu cônjuge. Qualquer satisfação de suas necessidades sexuais além de seu cônjuge não é a vontade do Senhor. Seu cônjuge é a única solução. Ele é a solução dada por Deus. Deus nunca quis que seu ímpeto sexual fosse um problema, mas ao contrário um prazer para você.

É o que está proclamado em Provérbios 5.15,18-19:

“Bebe a água da tua própria cisterna e das correntes do teu poço.
Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade, corça de amores e gazela graciosa. Saciem-te os seus seios em todo o tempo; e embriaga-te
(literalmente significa intoxicado) sempre com as suas carícias”.

Texto do Pr. Eduardo Arata
Que Deus abençoe a todos.

Leia Também:
Devocional – Dia 13 – A Epidemia Devastadora no Ser Humano
Devocional – Dia 15 – A Verdade Plena sobre o Sexo no Casamento


Responses

  1. […] também: Devocional – Dia 14 – O Plano de Deus para Previnir a Imoralidade Devocional – Dia 12 – Por que Algumas tentações podem ser tão […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: