Publicado por: Weskley Cotrim | 20/08/2008

Kepler e sua crise de fé

Assistindo a um documentário produzido por Carl Sagan sobre a vida do matemático e astrônomo alemão Jöhannes Kepler, um fato me chamou a atenção. Kepler era um protestante luterano. Estudou em um seminário e estava a ponto de seguir a vida eclesiastica. Mas acabou abraçando as ciências. Ele tinha sua fé em Deus, aparentemente bastante solidificada. Prova disso que preferiu o exílio a renegar o protestantismo em favor do catolicismo. Kepler acreditava que o universo era perfeito, baseado na geometria. Segundo suas próprias palavras “Deus se inspirou na geometria para criar o universo”.

Graças a essa sua crença na perfeição da geometria e sua aparente relação com a divindade, passou a crer também que a orbita dos planetas seria composta com base nos cinco sólidos regulares propostos pelo filósofo grego Ptolomeu. Isso teve um impacto muito grande na sua fé, quando, a partir de observações pessoais e do matemático e astrônomo Tycho Brahe, verificou-se que os planetas não seguem orbitas circulares perfeitas, mas são mantidos em orbitas elípticas. Perceber que a perfeição da geometria não se aplicava a realidade colocou em cheque suas próprias convicções teológicas.

Isso mostra o quão perigoso é associar, de forma limitada, conhecimento científico e a essência de Deus. Convicções científicas são a todo momento derrubadas por terra pela própria evolução da ciência. Se atrelarmos à ciência nossa fé teológica, corremos o risco de em algum momento da vida, pela evoluçao da ciência, nos frustarmos com nossas crenças, ao ponto de duvidarmos da existência de Deus, como muitos tem feito.

Deus é imutável e não pode ser explicado pela ciência, já que essa é limitada, e mesmo com o grau de conhecimento existente hoje, incompleta. Logo, nossa fé não pode se fundamentar em algo que ainda não é totalmente conhecido. A ciência tem seu valor e deve ser respeitada, só não podemos tentar, como muitos querem fazer, explicar Deus com ferramentas tão limitadas.

Que Deus abençoe a todos.


Responses

  1. Olá Weskley

    Após ler seu texto surgiram-me algumas dúvidas:

    Se deus não pode ser explicado pela ciência então quem poderá explicá-lo, a Bíblia? E quanto ao Corão ou qualquer outro livro religioso? Mas quem garante que um desses livros estará certo já que a ciência não é confiável para isso, segundo afirma?
    Como você sabe que deus é imutável? Como pode saber algo sobre ele já que nem a ciência sabe nem pode saber, segundo afirma?

    Se atrelarmos à ciência nossa fé teológica, corremos o risco de em algum momento da vida, pela evoluçao da ciência, nos frustarmos com nossas crenças, ao ponto de duvidarmos da existência de Deus, como muitos tem feito.

    O que significa essa frase? Que devemos ignorar a ciência pois eventualmente ela pode provar que temos uma fé falsa?

  2. Caro Tyrannosaurus, obrigado pela visita.
    A ciência, por se tratar de uma ferramenta limitada, não pode explicar Deus. Logo temos duas opções, crêr num Deus soberano e criador ou simplesmente não crêr na sua existência. Eu fico com a primeira opção e posso garantir por experiência pessoal, que Deus é real. Você tem o direito de crêr ou não.
    Quanto ao texto destacado por você, basta olhar o exemplo do próprio Kepler. Ele misturou ciência e religião de forma errada. Ele tentou explicar Deus através da ciência, com o conhecimento existente até então. Quando a evolução desse conhecimento veio, e mostrou que muitas teorias estavam erradas (o movimento dos planetas segue orbita elíptica e não circular), por conseqüência Deus também foi desacreditado. Aí é que está o perigo. O conhecimento científico evolui, modifica-se ao longo do tempo, então utilizar-se do mesmo para explicar Deus seria o mesmo que tentar segurar um átomo com um alicate. Simplismente é impossível.
    Espero ter lhe respondido a contento, mas estou aberto a novas indagações.
    Que Deus te abençoe.

  3. Obrigado pela resposta

    um abraço

  4. Oi Weskley

    vc disse em resposta para o tiranossaurus, que kepler se frustou qdo descobriu que estava errado, e que estava errado pq deus é maior ou foi desacreditado, agora onde ficam as outras tantas centenas de vezes que a ciencia provou que a historia da religiao estava errada, quando sabia que o sol era o centro e não podia dizer, pq ja havia visto outros serem queimados por contrariar???


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: