Publicado por: Weskley Cotrim | 12/09/2008

Eu profetizo… uma geladeira

Durante o culto dessa semana, o pastor da minha igreja comentou sobre a inauguração de uma nova igreja na rua do nosso templo. Até aí nenhum problema. O que me chamou a atenção foi a forma como ele descreveu a nova igreja. Segundo ele é mais uma igreja “maluca”. Que de evangelho não tem nada.

Nas palavras dele, em seu estilo carioca de ser:

“- Se entrarem numa igreja dessas e começarem a pregar outra coisa que não seja a salvação do homem mediante o sacrifício de Jesus, corram, porque é furada.”

Nós achamos engraçado seu comentário. Mas ontem a noite aconteceu algo que deu prá ter uma noção do que ele estava falando. Estava eu trabalhando em meu computador a noite, e como sempre faço, estava ouvindo alguma rádio pela internet. Mudei de estação e caiu em uma que estava transmitindo um culto. Resolvi ouvi-la. Quem sabe não teria uma mensagem edificante, pensei eu. Que nada, logo de cara deu prá identificar que era mais desses televangelistas que estão migrando para o rádio. Até aí nenhum problema, porque bem ou mal quase todos eles tem levada a palavra de Deus a muitos lares. O problema veio no momento em que alguns fiéis começaram a contar suas bençãos recebidas. Quando chegou a vez de uma irmãzinha a coisas desandou de vez. Ela começou a relatar que o pastor havia profetizado na semana anterior que alguém iria receber uma nova geladeira. E ela havia acabado de ganhar uma de presente do filho que finalmente tivera sua carteira de trabalho assinada. Até aí eu confesso que tava achando normal. O que eu realmente achei um absurdo foi o pastor interromper o discurso emocionado da irmã para profetizar mais geladeiras. Francamente, assim não dá. Tudo tem limites.

O mais curioso é que, voltando a falar do culto dessa semana na minha igreja, o pastor havia perguntado se nós, os membros, queriamos que Jesus voltasse logo. Tinhamos que fazer isso por escrito. Ficou aquele clima de “não sei o que escrever”. E uma constatação, estamos nos tornando cidadãos desse mundo. Não mais almejamos uma nova pátria ao lado do nosso Senhor Jesus. E falo isso de mim. Isso me assustou, mas também me fez refletir bastante. Fazemos tantos planos, poupamos, queremos conquistar isso e aquilo e nos esqueçemos que nosso reino não é desse mundo.

Não quero dizer com isso que não devemos trabalhar e planejar nosso futuro, mas que devemos nos livrar desse materialismo que tem tomado nossas vidas, ao ponto de colocarmos tantas desculpas para que Jesus não volte logo. Sei que Ele voltará no momento adequado, mas não devo ficar torcendo, inconscientemente ou não, para que Ele demore.

Que Deus abençoe a todos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: