Publicado por: Weskley Cotrim | 11/03/2010

Aos pés da cruz

O livro de Mateus, no capítulo 15 registra um dos mais belos exemplos de perseverança cristã.

Certa mulher Cananéia surge na cena clamando por socorro. Ao contrário do que era de se esperar, Jesus parece não se importar com ela. Não lhe é lançado nem um único olhar. Essa mulher carregava o peso de uma vida de sofrimento. Quando ouve falar que por ali passaria aquele profeta tão singular tratou de ir atrás dele na esperança de que sua filha fosse curada e que seu sofrimento chegasse ao fim. Ela esperava o alívio de suas dores.

Mas surpreendentemente, aquele homem em quem ela depositava sua esperança não parecia se importar com ela. Ainda assim aquela mulher mantém a sua fé e esperança. Quando Jesus finalmente resolve lhe dar alguma atenção, o que se segue é uma cena de grande humilhação para aquela mulher. O mesmo Jesus que sempre defendeu e curou aqueles necessitados agora se dirige àquela mulher com duras palavras:

Eu fui enviado apenas às ovelhas perdidas de Israel.

Fico imaginando a multidão olhando para ela, alguns até com olhar de recriminação por ela, uma mulher gentia, estar falando com o grande profeta de Israel. Ao contrário do que se podia esperar, aquela mulher engoliu o seu orgulho e se humilhou ainda mais. A bíblia relata que aquela mulher veio, ajoelhou-se perante Jesus e o adorou.

Ela reconheceu que Jesus era o único que podia aliviar o seu sofrimento. Era em Jesus que ela depositara toda sua esperança. E quando imaginamos que Jesus poderia comover-se e ajudar aquela mulher, ele é ainda mais duro:

Não é certo tirar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.

Como deve ter sido duro ouvir aquilo. Ser humilhada novamente. E dessa vez Jesus deixa claro que ela nada merece dele. Mas nesse momento vem a grande capacidade daquela mulher em reconhecer que o que ela buscava em Jesus era tão somente GRAÇA. Ela não buscava algo que merecesse. Ela buscava a graça maravilhosa de Jesus. Então ela reconhece que ainda que não fosse nada, que não tivesse nenhum merecimento, ela implorava pelo auxílio do filho de Deus.

Então vem a grande mudança. Jesus não apenas cura sua filha, mas afirma que a fé daquela mulher foi a responsável por sua salvação.

Devemos aprender com aquela mulher. Devemos aprender a viver aos pés da cruz, reconhecendo que não merecemos nada que venha do nosso Deus, mas ainda assim clamando pela sua maravilhosa graça. Porque pela graça somos salvos, nada do que fizermos poderá produzir salvação. Apenas um coração quebrantado e humilhado é contemplado com a salvação oferecida por Deus através de Cristo.

Deixemos de lado todas nossas conquistas e realizações, esqueçamos por um momento que somos crentes atuantes em nossa igrejas e vamos nos lembrar que só somos salvos porque Deus, na sua infinita misericórdia, nos amou e ofereceu seu filho para que pelo sacrifício na cruz pudéssemos sermos feitos seus filhos e nos assentarmos a sua mesa.

Que Deus abençoe a todos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: